30 de jun de 2011

Editorial Veredicto Nº5



Apresentação


por Dilberto L. Rosa


     Ainda me lembro de uma famosa crítica de Cinema de Vinícius de Moraes (sim, dentre outras coisas, o grande poeta e diplomata também foi crítico da Sétima Arte), "Os Onze Grandes do Cinema", onde o velho Poetinha dedilhava, como numa espécie de 'scratch' futebolístico, seus "11 maiores diretores" -- figurando, nas primeiras colocações (gol e zaga, no caso), Charles Chaplin, Eisenstein e Grifth. Amo o Cinema, a genialidade e o caráter precursor dos três, mas, entre o melodrama inteligentemente cômico de Chaplin, os temas reacionários e exagerados de Grifth e a perfeição roteiro/edição/música de Eisenstein, ainda prefiro o velho russo...

     Claro que amo Chaplin, Peckinpah, Rosselini, Visconti, Keaton, Pereira dos Santos, Rocha, Minelli, Iñarritu... Mas, pelo legado e pelo conjunto da obra, "objetivamente falando", minha listinha dos 20 melhores diretores tenta fazer jus da forma mais honrosa possível às delícias de todas as listas de todos os diretores por este mundão de cinéfilos afora...

























































Twitter Delicious Digg Stumbleupon Favorites More

 
Powered by Blogger