30 de jul de 2011

Os anos JK - uma trajetória política


por Luiz Santiago


     Talvez o melhor documentário brasileiro do início dos anos 80, Os Anos JK é um filme para poucos – porque a gama de informações e o longo período histórico tratado cansam até mesmo historiadores. A trajetória política do Brasil, da deposição do Estado Novo ao AI-5, é a bordada de um modo muito eficiente por Silvio Tendler, e mesmo o latente conteúdo ideológico e a linha pró-JK adotada não minimizam o valor do filme. Para quem tem o mínimo de sensibilidade cinematográfica sabe que qualquer documentário (ou qualquer produção artística) é apenas uma versão de um fato. Logo, não me interessa discutir em crítica os “pormenores da mentira”.

     Em sala de aula, costumo fazer comparações, elencar textos divergentes, dar outras visões, mas não gasto o meu tempo apontando as “poeiras históricas” em cada minuto do filme. É impressionante a quantidade de material coletado pelo diretor e equipe, bem como o uso desse material, através de uma montagem que estrutura em capítulos temáticos a história central. Gostei demais do filme. À parte as crenças políticas, a informação e objeto para critica é um ponto a ser altamente louvado. A história do Brasil encontra aqui mais uma boa versão de resgate, algo necessário, se observarmos a veracidade da frase de Ivan Lessa, premissa do filme: “De 15 em 15 anos o Brasil se esquece do que aconteceu nos últimos 15 anos.”.


OS ANOS JK – UMA TRAJETÓRIA POLÍTICA (Brasil, 1980)
Direção: Silvio Tendler
Roteiro: Claudio Bojunga, Antonio Paulo Ferraz e Silvio Tendler



FILME MUITO BOM. FORTEMENTE RECOMENDADO.

Twitter Delicious Digg Stumbleupon Favorites More

 
Powered by Blogger