30 de jun de 2011

Veredicto Nº5: Os 70 maiores mestres do cinema


Apresentação

por Luiz Santiago


     Você gosta de cinema? Qual é o seu filme favorito? Qual o último filme que você viu? Essas indagações que todos nós já ouvimos pelo menos uma vez na vida, estão praticamente intrínsecas ao século XXI. Sim, porque o audiovisual é a forma de expressão mais explorada dos últimos anos, e o cinema, a arte do século passado e a mais sincrética de todas, acompanha com vigor a importância globalizada que deu-se à imagem em nosso tempo. O cinema é uma indústria, mas também é arte, mobilização política, experimentação, entretenimento... Por trás de cada filme exibido, uma enorme equipe de profissionais dedicou-se à sua produção, pós-produção e distribuição, e dentre todos esses profissionais, o diretor de cinema é um dos mais conhecidos, e [quase sempre] responsável por tudo o que foi visto na tela (se levarmos em consideração a teoria do autor, que dá ao cineasta poder absoluto sobre os setores técnicos de um filme). É sobre esse profissional do cinema que o nosso Veredicto Nº 5 se ocupa. E não apenas desse profissional, mas dos melhores diretores dessa Sétima Arte, segundo o nosso Júri de Cinéfilos.


Introdução

por Dilberto L. Rosa


     Alguns amigos e eu fazíamos nossa "pirâmide" dos maiorais no Cinema na juventude: Zé Maria, um hoje funcionário da arte visual, colocava no cume o mestre ítalo-americano novaiorquino Scorcese; já Sérgio, também cineasta, elegia Spielberg como o mais versátil de todos em seu apogeu. Eu sempre colocava Kubrick, pelo conjunto mais harmonioso e consistente de todos em criatividade e beleza plástica na tela... Hoje, tentando ser mais "objetivo", avaliando segundo critérios mais voltados para a História do Cinema e sua fundamentação como arte, mudaria um pouquinho a ordem das coisas - e aqui vai ela: 1.Eisenstein, pela genialidade maior e completa; 2.Kubrick, pelo perfeccionismo e pela harmonia grandiosa de toda a sua obra em todos os gêneros; 3.Fellini, por ter criado conceitos oníricos e personagens imortais, bem como por ter trazido humor aos sonhos no Cinema; 4.Kurosowa, pela maestria em contar estórias em tão belas fotografias; 5.Hitchcock, pela frieza de sua técnica genial de suspense e pelo pioneirismo em tornar-se "gênero de si mesmo"; 6.Wilder, por "jamais chatear o espectador" com seus dramas e comédias genais de sutis análises da alma humana; 7.Monicelli, por ter mostrado sublinhas do Drama sob uma Comédia mordazmente perfeita; 8.Ford, por ter criado dramas pungentemente humanos por sobre capas empoeiradas do velho oeste; 9.Truffaut, por ter conciliado, com poética leveza, crítica e público; 10.Wyler, pelos dramas épicos, intimistas e clássicos, em qualquer gênero; 11.Capra, pelas sutilezas cinematográficas inteligentes sob o manto do cinema do otimismo; 12.Spielberg, pelas aulas de edição e Cinema, pela criatividade e empenho infantis, por tudo que fez (e desfez); 13.Polanski, pelo seu marcantemente bem humorado teatro de horrores; 14.Coppola, "simplesmente" pelos 4 maiores filmes dos anos 70 (e 4 entre os maiores de todos os tempos); 15.Scorcese, pela estética da edição a serviço do "Cinema macho"; 16.Almodóvar, pelo novo (e colorido) "gênero em si mesmo"; 17.Lean, pelos inesquecíveis espetáculos nababescos; 18.Welles, por "Cidadão Kane" e "Soberba"; 19.Allen, pelo lubitschiano (e, ao mesmo tempo, marxiano) Cinema ironicamente genial de sempre; 20.Von Trier, pelo inovadorismo por sobre uma arte ainda em construção e com muitas surpresas por vir...


O Veredicto em números


I - Foram indicados um total de 343 diretores

II - As surpresas nas últimas colocações foram John Carpenter, Jörg Buttgereit, Bigas Luna, George Lucas e Wes Anderson.

III - Os diretores que receberam o menor número de indicações, porém, em altas colocações, foram Agnès Varda, Alejandro Jodorowsky, Raoul Ruiz, Julio Medem e Hector Babenco.

IV - Bert Haanstra apareceu uma única vez, mas em primeiro lugar, numa lista de 100 indicados.

V - Os únicos diretores africanos indicados foram Ousmane Sembéne e Souleymane Cissé.

VI - O único diretor hindu indicado foi M. Night Shyamalan.

VII - Foram indicados 38 diretores brasileiros.

VIII - Foram indicadas apenas 7 mulheres: Agnès Varda, Jane Campion, Vera Chytilová, Lúcia Murat, Germaine Dulac, Kira Murátova e Carla Camurati. 


IMPORTANTE: Logo abaixo do nome do diretor, estão disponibilizados o primeiro e o último filme que dirigiu (mesmo para os cineastas ainda em atividade). No caso do "último filme" considera-se apenas a produção cujo lançamento foi acompanhado pelo diretor em vida. Filmes descobertos e lançados postumamente não serão considerados "último filme". A fonte para todas as informações foi o IMDB. 



O VEREDICTO



1º.
STANLEY KUBRICK (1928 - 1999) - EUA

Flying Padre (1951) 
De Olhos Bem Fechados (1999)




2º.
ALFRED HITCHCOCK (1899 - 1980) - UK

Número 13 (1922) 
Trama Macabra (1976)




3º.
INGMAR BERGMAN (1918 - 2007) - Suécia

Crise (1946) 
Saraband (2003)




4º.
AKIRA KUROSAWA (1910 - 1998) - Japão

A Saga do Judô (1943) 
Madadayo (1993)




5º.
FRANÇOIS TRUFFAUT (1932 - 1984) - França

Une Visite (1955) 
De Repente Num Domingo (1983)




6º.
FEDERICO FELLINI (1920 - 1993) - Itália

Mulheres e Luzes (1950) - Episódio 
A Voz da Lua (1993)




7º.
BILLY WILDER (1906 - 2002) - Áustria-Hungria (hoje Polônia)

Semente do Mal (1934)
Amigos, Amigos, Negócios à Parte (1981)




8º.
WOODY ALLEN (1935) - EUA

O Que Há, Tigresa? (1966)
Meia Noite em Paris (2011)




9º.
ORSON WELLES (1915 - 1985) - EUA

The Hearts of Age (1934)
Orson Welles' Magic Show (TV 1985)




10º.
LUIS BUÑUEL (1900 - 1983) - Espanha

Um Cão Andaluz (1929)
Esse Obscuro Objeto do Desejo (1977)




11º.
SERGEI EISENSTEIN (1898 - 1948) - Rússia

O Diário de Glumov (1923)
Ivan, o Terrível Parte I (1944)




12º.
R. W. FASSBINDER (1945 - 1982) - Alemanha

O Vagabundo da Cidade (1966)
Querelle (1982)




13º.
PEDRO ALMODÓVAR (1949) - Espanha

Filme Político (1974)
A Pele Que Habito (2011)




14º.
ROBERT ALTMAN (1925 - 2006) - EUA

Modern Football (1951)
A Última Noite (2006)




15º.
QUENTIN TARANTINO (1963) - EUA

My Best Friend's Birthday (1987)
Bastardos Inglórios (2009)




16º.
STEVEN SPIELBERG (1946) - EUA

The Last Gun (1959)
A Timeless Call (2008)




17º.
CHARLES CHAPLIN (1889 - 1977) - UK

Twenty Minutes of Love (1914)
A Condessa de Hong Kong (1967)




18º.
BERNARDO BERTOLUCCI (1940) - Itália

La Commare Secca (1962)
Os Sonhadores (2003)




19º.
JEAN-LUC GODARD (1930) - França

Une Femme Coquette (1955)
Filme Socialismo (2010)




20º.
FRANCIS FORD COPPOLA (1939) - EUA

The Bellboy and the Playgirls (1962)
Tetro (2009)




21º.
JOEL COEN (1954) & ETHAN COEN (1957) - EUA

Gosto de Sangue (1984)
Bravura Indômita (2010)




22º.
BRIAN DE PALMA (1940) - EUA

Icarus (1960)
Guerra Sem Cortes (2007)




23º.
TERRENCE MALICK (1943) - EUA

Lanton Mills (1969)
A Árvore da Vida (2011)




24º.
FRITZ LANG (1890 - 1976) - Áustria-Hungria (hoje Áustria)

Halbblut (1919)
Viagem Para a Cidade Perdida (1960)




25º.
TIM BURTON (1958) - EUA

A Ilha do Doutor Agor (1971)
Alice no País das Maravilhas (2010)




26º.
MICHELANGELO ANTONIONI (1912 - 2007) - Itália

Gente Del Po (1947)
Eros (2004) - Episódio




27º.
KRZYSZTOF KIESLOWSKI (1941 - 1996) - Polônia

Tramwaj (1966)
A Fraternidade é Vermelha (1994)




28º.
DAVID LEAN (1908 - 1991) - UK

Nosso Barco, Nossa Alma (1942)
Passagem Para a Índia (1984)




29º.
ALEKSANDR SOKÚROV (1951) - URSS / Rússia

Os Empregos Mais Mundanos (TV 1974)
Fausto (2010)




30º.
ANDREI TARKÓVSKI (1932 - 1986) - URSS

Os Assassinos (1956)
O Sacrifício (1986)




31º.
DAVID LYNCH (1946) - EUA

Six Figures Getting Sick (1966)
Lady Blue Shanghai (2010)




32º.
ALAIN RESNAIS (1922) - França

L'aventure de Guy (1936)
Ervas Daninhas (2009)




33º.
JOHN FORD (1894 - 1973) - EUA

O Tornado (1917)
Sete Mulheres (1966)




34º.
ROBERTO ROSSELLINI (1906 - 1977) - Itália

Dafne (1936)
Concerto per Michelangelo (TV 1977)




35º.
MANOEL DE OLIVEIRA (1908) - Portugal

Douro, Faine Fluvial (1931)
Painéis de S. Vicente de Fora - Visão Poética (2010)




36º.
PAUL THOMAS ANDRESON (1970) - EUA

The Dirk Diggler Story (1988)
Sangue Negro (2007)




37º.
JEAN RENOIR (1894 - 1979) - França

Uma Vida Sem Alegria (1924)
O Pequeno Teatro de Jean Renoir (TV 1970)




38º.
VITTORIO DE SICA (1901 - 1974) - Itália

Rose Scarlatte (1940)
Viagem Proibida (1974)




39º.
LARS VON TRIER (1956) - Dinamarca

Türen Til Squashland (1967)
Melancolia (2011)




40º.
CLAUDE CHABROL (1930 - 2010) - França
Nas Garras do Vício (1958)
Au Siècle de Maupassant: Contes et Nouvelles du XIXème siècle (TV 2010) - 2 episódios




41º.
ROBERT ALDRICH (1918 - 1983) - EUA

China Smith (TV 1952) - Episódios
Garotas Duras na Queda (1981)





42º.
MIKE NICHOLS (1931) - Alemanha

Quem Tem Medo de Virgínia Woolf? (1966)
Jogos de Poder (2007)




43º.
F.W. MURNAU (1888 - 1931) - Alemanha

Der Knabe in Blau (1919)
Tabu (1931)




44º.
MARTIN SCORSESE (1942) - EUA

Vesuvius VI (1959)
Public Speaking (2010)




45º.
JOHN CASSAVETES (1929 - 1989) - EUA

Sombras (1959)
Um Grande Problema (1986)




46º.
JULES DASSIN (1911 - 2008) - EUA

The Tell-Tale Heart (1941)
Circle of Two (1981)




47º.
CARL THEODOR DREYER (1889 - 1968) - Dinamarca

O Presidente (1919)
Gertrud (1964)




48º.
CARLOS REICHENBACH (1945) - Brasil

Esta Rua Tão Augusta (1968)
Falsa Loura (2007)




49º.
CHRISTOPHER NOLAN (1970) - UK

Doodlebug (1997)
A Origem (2010)




50º.
CECIL B. DEMILLE (1881 - 1959) - EUA

The Squaw Man (1914)
Os Dez Mandamentos (1956)




51º.
ANTHONY MANN (1906 - 1967) - EUA

The Streets of New York (1939)
Os Heróis de Telemark (1965)




52º.
ROMAN POLANSKI (1933) - França

Rower (1955)
O Escritor Fantasma (2010)




53º.
SAMUEL FULLER (1912 - 1997) - EUA

Eu Matei Jesse James (1949)
Tinikling ou 'La Madonne et le Dragon' (TV 1990)




54º.
FERNANDO MEIRELLES (1955) - Brasil

Marly Normal (1983)
Som e Fúria - O Filme (2009)




55º.
SAM PECKINPAH (1925 - 1984) - EUA

Broken Arrow (TV 1958) - Episódio
O Casal Osterman (1984)




56º.
JEAN-PIERRE (1951) LUC DARDENNE (1954) - Bélgica

Le Chant du Rossignol (1978)
O Garoto de Bicicleta (2011)




57º.
LUCHINO VISCONTI (1906 - 1976) - Itália

Obsessão (1943)
O Inocente (1976)




58º.
DOUGLAS SIRK (1897 - 1987) - Alemanha

Zwei Genies (1934)
Bourbon Street Blues (1979)




59º.
TOMÁS GUTIÉRREZ ALEA (1928 - 1996) - Cuba

La Caperucita Roja (1947)
Guantanamera (1995)




60º.
NICHOLAS RAY (1911 - 1979) - EUA

They Live by Night (1949)
Marco (1978)




61º.
ZHANG YIMOU (1951) - China

Sorgo Vermelho (1988)
Shan Zha Shu Zhi Lian (2010)




62º.
ALEJANDRO G. IÑARRÍTU (1963) - México

Detrás del Dinero (1995)
Write the Future (2010)




63º.
ELIA KAZAN (1909 - 2003) - Turquia

O Povo de Cumberland (1937)
O Último Magnata (1976)




64º.
APICHATPONG WEERASETHAKUL (1970) - Tailândia
Bullet (1993)
Tio Boonmee Que Pode Recordar Suas Vidas Passadas (2010)




65º.
FRANK CAPRA (1897 0 1991) - Itália

The Ballad of Boarding House Fisher (1922)
Rendezvous in Space (1964)




66º.
CHRISTOPHE HONORÉ (1970) - França

Nous Deux (2001)
Os Bons-amigos (2011)




67º.
SIDNEY LUMET (1924 - 2011) - EUA

Crime Photographer (TV 1951)
Antes Que o Diabo Saiba Que Você Está Morto (2007)




68º.
VINCENTE MINNELLI (1903 - 1986) - EUA

Cabin in the Sky  (1943)
Questão de Tempo (1976)




69º.
WONG KAR WAI (1956) - China

Conflito Mortal  (1988)
There's Only One Sun (2007)




70º.
HAYAO MIYAZAKI (1941) - Japão

Rupan Sansei  (TV 1971) - Episódios
Pandane to Tamago-hime (2010)



FIM DO VEREDICTO Nº5: MELHORES DIRETORES

Próxima publicação: Julho/2011
Realização: Júri de Cinéfilos do Cinebulição

Twitter Delicious Digg Stumbleupon Favorites More

 
Powered by Blogger