3 de set de 2011

Além da Vida






por Luiz Santiago


     Assim como os “espirituais” brasileiros, Chico Xavier e Nosso LarAlém da Vida divide a opinião de críticos e espectadores por trazer em seu enredo o tema da eternidade após a morte. 

     Quando o filme começa, e durante a sua primeira meia hora, cremos estar diante de uma incontestável grande obra de Eastwood, mas esse sentimento vai se dissipando aos poucos,  até ser trocado pela frase “o filme é bom, mas...”. 

     Não é um filme para ser odiado, vale acrescentar. Particularmente, gostei de tudo o que vi nele, mas há um decréscimo no desenvolvimento da em relação às cenas iniciais, o que nos deixa um pouco frustrados. 

     A reconstrução do tsunami é algo simplesmente poderoso, e me impressionou bastante. Mas com o passar do tempo o perdemos o interesse pelo que a excelente premissa nos apresenta. Apesar de ser muito longo e um pouco arrastado, características que encontramos em outro filme do diretor, Meia-noite no jardim do bem e do mal, o espectador não perde o interesse completo por Além da Vida, apenas não vê muita coisa acontecer por um bom tempo - contemplação demais em um filme desse porte - e o roteiro se fecha com uns buracos imperdoáveis. 

     Exceto a atuação chocha de Matt Damon (a quem gostei muito em Invictus, sua primeira parceria com Eastwood), o resto do elenco não decepciona. A direção de Eastwood é segura, mas o meio oco argumento junto a uma linha pouco objetiva de fatos, fazem desse filme uma obra menor, embora não seja ruim.


ALÉM DA VIDA (Hereafter, EUA, 2010)
Direção: Clint Eastwood
Elenco: Cécile de France, Thierry Neuvic, Matt Damon, Jay Mohr, Richard Kind, Charlie Creed-Miles, Frankie McLaren, George McLaren, Lyndsey Marshall, Rebekah Staton.



FILME BOM. RECOMENDAMOS ASSISTIR.


Twitter Delicious Digg Stumbleupon Favorites More

 
Powered by Blogger