5 de set de 2011

Meia-noite no jardim do bem e do mal




por Luiz Santiago


     Meia-noite... não é um filme memorável de Clint Eastwood, mas ainda assim é um ótimo filme. O fato de ter uma longa duração é um dos menores complicadores, porque o diretor consegue guiar bem todo o tempo; o problema de fato está no roteiro, uma adaptação trucada do livro de John Berendt. 

     Mas o fato de ser um filme longo não incomoda nem um pouco a especadores mais habituados a esse tipo de filme. Eastwood consegue colocar em cada período do filme, motivos para que seu público não perca o interesse. Não se trata de um filme com ultra rapidez, montagem picotada e explosões; em suma, um produto comercialíssimo. Longe disso. 

     Para os apreciadores da velocidade fílmica mercadológica, é claro que Meia-noite... constitui-se com  adjetivos ligados ao "arrastar-se" do seu tempo - que nem é tão arrastado assim. Todavia, esse não é o problema do filme, e nem o faz ser ruim. 

     Chama a nossa atenção a discussão sobre a homossexualidade (em imaginar o Eastwood dirigindo algo assim!), a música, as atuações e a inteligente fotografia, especialmente no qe se refere aos ambientes noturnos. 

     Meia-noite no jardim do bem e do mal peca mais no roteiro do que na direção, mas (repito) é um bom filme. Recomendado para quem tem duas horas e meia livres, e para quem gosta de Clint Eastwood. 

     Em tempo: o título do filme nos apresenta o tom da obra, não o tema central.


MEIA-NOITE NO JARDIM DO BEM E DO MAL (Midnight in the Garden of Good and Evil, EUA, 1997)
Direção: Clint Eastwood
Elenco: John Cusack, Kevin Spacey, Jack Thompson, Irma P. Hall, Jude Law, Alison Eastwood, Paul Hipp, Lady Chablis, Dorothy Loudon, Kim Hunter, Anne Haney, Geoffrey Lewis




FILME BOM. RECOMENDAMOS ASSISTIR.

Twitter Delicious Digg Stumbleupon Favorites More

 
Powered by Blogger