2 de set de 2011

O Amigo Americano




por Luiz Santiago

     Um dos filmes mais interessantes de Wim Wenders, nos anos 70. Com um poderoso elenco, essa obra consegue se impor já em seus primeiros minutos. Dennis Hopper está tão incrível, que sua atuação é quase uma afronta. A mesma coisa se dá com Bruno Ganz, ator que merecia um maior reconhecimento do que o que já tem. E ainda tem a participação marcante de Samuel Fuller e Nicholas Ray, como Derwatt - que atuações! 

     A cor, como era de se esperar, em se tratando de um filme desse ótimo fotógrafo que é o diretor, encaixa-se como a alma do filme, assim como a música. Os assassinatos, a perseguição e o clima de suspense são completamente intensificados pelo que ouvimos e pela cor que o diretor imprime ao quadro: basta-nos observar que cada take possui uma espécie de cor-para-si, com prioridade para o vermelho, o amarelo e laranja, o verde e o azul.

     A edição lembra muito a do mestre japonês Yasujiro Ozu (e antes que alguém ache um absurdo a comparação, veja um documentário do Wenders chamado Tokyo Ga). 

     A arte mistura-se à intriga e ao suspense marcante. O Amigo americano é algo entre o visceral e o cinematograficamente necessário. Um filme maravilhosamente dirigido.


O AMIGO AMERICANO (Der amerikanische Freund, Alemanha Ocidental, França1977)
Direção: Wim Wenders
Elenco: Dennis Hopper, Bruno Ganz, Lisa Kreuzer, Gérard Blain, Nicholas Ray, Samuel Fuller, Peter Lilienthal, Daniel Schmit, Sandy Whitelaw, Jean Eustache, Lou Castel, Andreas Dedecke



FILME MUITO BOM. FORTEMENTE RECOMENDADO.


Twitter Delicious Digg Stumbleupon Favorites More

 
Powered by Blogger