6 de ago de 2010

A Vereadora Antropófaga



por Luiz Santiago


Soy concejala de assuntos sociales, y tanto a nivel personal como a nivel profesional, yo creo que el sexo es un asunto social. El placer sexual es algo a lo que todo el mundo debería tener acceso sin prejuicios ni cortapisas. Hay que incentivar la cultura de la promiscuidad. El intercambio de parejas, las parejas múltiples; reconocer el deseo como el principal motor de una sociedad mejor. Cuando una desea a alguien normalmente no quiere que le suceda nada malo, es decir, te solidarizas con él, a no ser que te rechace, claro. Creo que es un tema muy interesante e inexplorado hasta ahora, especialmente desde el punto de vista femenino, político y de derechas. Voy a tomarme un año sabático para escribir un libro que aborde este tema, un libro que pueda describir las fantasías que me vienen a la cabeza durante las asambleas y juntas del ayuntamiento, inauguraciones de parques, verbenas, subterráneos, misas a la patrona de Madrid, etcétera. En esas ocasiones como en todas sólo pienso en sexo…

Conchita, la concejala antropófaga.


   Quem conhece a filmografia do cineasta espanhol Pedro Almodóvar, não se espanta mais com os personagens curiosos de seus melodramas e underground-movies.

   Em seu último filme, Abraços Partidos (2009), uma das personagens do enredo ganhou tanta força de expressão, que, não podendo inserir isso de modo total na trama já estabelecida, o diretor fez um curta-metragem em que a tal personagem protagoniza um dos monólogos mais engraçados e pervertidos do cinema contemporâneo.

    La Concejala Antropófaga (2009) é um "monólogo sexual" de uma personagem política (ela é vereadora, ou conselheira de assuntos sociais, como se autodenomina) viciada em cocaína, que discorre durante quase cinco minutos sobre como o sexo, a troca de casais, as posições sexuais, e o prazer, deveriam fazer parte da sociedade como um meio de resolução dos problemas sociais, a começar pelo seu partido, o PAP. A personagem manifesta o desejo de publicar suas ideias em um volume, sob um título bem comercial: Uma Porca no PAP.

   Magnificamente interpretada por Carmen Machi, essa vereadora começa a compor, com seu discurso, parte de suas convicções pessoais e políticas:


Eu creio que Franco foi um bom governante, mas no que diz respeito ao sexo ele não entendia nada.

   E também as lembranças da infância vem à tona:

Me educaram a base de gritos: “isso não se toca!”, “isso não se come!” [...]


   No melhor estilo almodovariano, com uma ponta de absurdo, o curta diverte e mostra o bastidor inconsciente de uma cidadã quase “normal”. Para quem não conhece a obra do diretor, eis um bom começo. Para quem conhece, mais um bom exemplar do polêmico cinema de Pedro Almodóvar.


LA CONCEJALA ANTROPÓFAGA (Espanha, 2009).
Direção: Pedro Almodóvar
Elenco: Penélope Cruz, Carmen Machi, Marta Aledo.
Cotação: ****

Twitter Delicious Digg Stumbleupon Favorites More

 
Powered by Blogger