1 de set de 2011

O Falcão Maltês - Relíquia Macabra




NINHO NOIR DE COBRAS


por Antonio Nahud Júnior


     O atraente romance policial noir, com seus heróis desiludidos, mulheres canalhas e intrincada teia de intrigas e traições, surgiu ainda nos anos 1920, mas foi somente em 1941 que Hollywood forjou seu primeiro filme autenticamente noir: O FALCÃO MALTÊS, também conhecido no Brasil como “Relíquia Macabra”, uma feliz estréia na direção do até então roteirista John Huston e a terceira tentativa da Warner de realizar uma adaptação do livro de Dashiell Hammett. Huston acertou em cheio onde as versões anteriores - de 1931 e 1936 - falharam: manteve-se fiel ao espírito cínico do original. A trama é uma espécie de síntese do gênero noir, percebido pelo seu intrincado enredo repleto de surpresas e reviravoltas que envolve o detetive de San Francisco, Sam Spade (Bogart, num tipo que marcaria sua carreira), contratado por uma misteriosa mulher (a extraordinária Mary Astor) para ajudá-la a se apossar de uma estatueta recheada de pedras preciosas, atrás da qual também estão os escroques personagens de dois fabulosos coadjuvantes, Sidney Greenstreet e Peter Lorre.

     Spade transita por esse ninho de cobras usando toda a sua argúcia e sangue frio para escapar ileso, num retrato raro de uma América corrupta, obscura e violenta. Tem-se ainda que mencionar a excepcional trilha sonora, que faz com que o clima de suspense e mistério envolvendo a história e os personagens fiquem ainda mais sedutor. Ainda no elenco, o talento de Gladys George, Walter Huston - pai de John -, Ward Bond e Elisha Cook, Jr. Ao contrário do atual gênero policial, o filme (e o estilo noir que ele inaugurou) se concentra muito mais na tensão entre quatro paredes e na brutalidade dos diálogos do que nos tiros e perseguições. Caracterizado por becos e salas mal iluminadas, com radical utilização das sombras e do claro-escuro, em parte como herança do expressionismo alemão, O FALCÃO MALTÊS é um clássico do cinema de todos os tempos. Não é à toa que está tão perto do topo da lista de melhores filmes de todos os tempos divulgada pela AFI há alguns anos atrás.



O FALCÃO MALTÊS - Relíquia Macabra (The Maltese Falcon, EUA, 1941).
Direção: John Huston
Elenco: Humphrey Bogart, Mary Astor, Gladys George, Peter Lorre, Barton MacLane, Lee Patrick, Sydney Greenstreet, Ward Bond, Elisha Cook Jr., James Burke, Murray Alper.


FILME MUITO BOM. FORTEMENTE RECOMENDADO.

Twitter Delicious Digg Stumbleupon Favorites More

 
Powered by Blogger