8 de jul de 2011

A Lenda do Espantalho (2005)



por Luiz Santiago


     Sempre que um filme de curta-metragem se dispõe a trabalhar um conteúdo profundo, sério ou muito complexo, deve-se prestar muita atenção. A dificuldade em transpor para poucos minutos um emaranhado de coisas é enorme, ainda mais se considerarmos uma história cujo tema já é, em si, um mundo simbólico à parte.

     Em A Lenda do Espantalho, a atmosfera gótica é trabalhada com uma sensibilidade sem par, parece o Tim Burton dos “good freaks” como EdwardVincentA Noiva Cadáver, dentre outros. A narração e a excelente ambientação para essa sombria lenda merecem aplausos. É realmente um conto medonho, triste, traz um pouco das histórias do Edgar A. Poe, mas revestidas de um sentimentalismo romântico e imaginário bem inovadores. Além disso, a técnica plástica e de dimensões 2 e 3D se encaixaram perfeitamente à história. Um ótimo curta-metragem, com um final nada usual e muito fiel ao que propõe. Realmente impressionante.


A LENDA DO ESPANTALHO (La Leyenda del Espantapájaros, Espanha, 2005).
Direção: Marco Besas
Roteiro: Marco Besas


FILME MUITO BOM. FORTEMENTE RECOMENDADO.

Twitter Delicious Digg Stumbleupon Favorites More

 
Powered by Blogger