27 de mar de 2011

Minha coleção de DVDs



por Luiz Santiago


     Minha coleção de filmes começou no dia do meu aniversário de 16 anos, quando eu ganhei um aparelho de DVD de presente. Na época, eu tinha no máximo 10 DVDs em casa, todos eles de shows. Com o passar dos anos e o desenvolvimento da minha cinefilia, a quantidade de filmes foi aumentando. Quando comecei a estudar cinema e mais ainda, quando comecei a trabalhar com cinema, a necessidade profissional virou desculpa para ter determinados filmes na prateleira, e a coleção só foi aumentando. Hoje, minha coleção é considerável, com títulos dos cantos mais diversos do mundo e dos mais variados gêneros.

     Na foto de divulgação está a minha “parede de filmes”. Na verdade, os DVDs estão em cima de uma plataforma com rodinhas, com um apoio atrás e pequenas alavancas dos lados, para segurar os DVDs. É o lugar da desorganização da coleção, mas eu consigo me encontrar. Na parte de cima estão alguns filmes brasileiros e um montão de musicais. Na primeira fileira da esquerda, vocês podem ver a lata com os filmes do Harry Potter, o box d'Os Filósofos do Rossellini e a primeira temporada da série I Love Lucy. Dos box ainda tem lá em cima o do Cinema Egípcio, com uns filmes do Omar Sharif. No canto direito vocês podem observar alguns títulos da coleção da Folha, muito boa por sinal, e no outro extremo, a coleção Veja Cinema. Só agora olhando a foto é que percebi que saiu os meus bonequinhos do Batman, alguns livros e os Amanhaques do Barão de Itararé, meu cavalo, o Snoop, minha xilogravura, o fusquinha verde e as 6 primeiras temporadas de FRIENDS (as outras 4 estão emprestadas). As séries de TV merecerão uma foto separada no futuro, porque estão em outro lugar...


     Essa segunda foto tem os meus maiores tesouros. Lá em cima, a maior parte dos filmes do Bergman, Eisenstein, Tarkóvski e Bertolucci. Meu box do Jodorowsky, do Cinema Fantástico, do Billy Wilder e alguns filmes do Polanski também podem ser vistos. Como vocês devem imaginar, tem mais filmes atrás desses na parte superior, mas como não dava pra sair tudo e ia ficar ridículo tirá-los de lado, preferi sacrificar alguns filmes mas ter uma foto bonita... Na parte de baixo vocês podem ver duas pastas, além dos outros filmes. Nelas, estão os filmes que eu faço download e gravo. A pasta marrom já está preenchida, e na preta ainda cabem uns 100 DVDs, ou cerca 200 filmes, levando em conta que eu gravo 2 (às vezes 3, dependendo do tamanho) filmes por mídia.

     Dentre esses filmes há os que eu empresto e os que jamais saem de casa a não ser comigo. No caso de alguns filmes, eu me comporto como se tivesse transtorno obsessivo compulsivo: só de ouvir a palavra “empréstimo” eu começo a ter espasmos, daí a pessoa desiste de pedir na hora... 


     Basicamente é isso. =)



Twitter Delicious Digg Stumbleupon Favorites More

 
Powered by Blogger