30 de mai de 2011

Veredicto Nº4: Sidney Lumet



Apresentação 

por Dilberto L. Rosa


     "Sidney quem?" Esta deve ser a pergunta para grande parte do público que desconhece profundamente o Cinema... Sem querer, ou por ignorância de um diretor de nome não muito popular, muita gente não consegue associar clássicos absolutos, como o genial Doze Homens e Uma Sentença (um teatro filmado na mais cinematográfica das acepções, com um ritmo frenético de edição, um roteiro excepcional e atuações memoráveis de todo o elenco), como os realistas e modernos policiais Serpico e Um dia de cão (com um Al Pacino quase etéreo em perfeição, em meio a polêmicos personagens: de um assaltante homossexual a um barbudo policial contra todos) ou ainda o "ninho de estrelas" Assassinato no Orient Express (apesar de um Hercule Poirot muito afetado de Albert Finney e de um ritmo um pouco mais no piloto automático, sem dúvida um filme que fica na memória...), e acaba por esquecer de um dos grandes nomes da difícil arte da Direção no Cinema... Palmas para Sidney Lumet, com seu Teatro Cinematográfico sobre o ser humano!


O Veredicto em números


I - Foram indicados um total de 48 filmes.

II - A menor pontuação ficou com O Príncipe da Cidade.

III - O filme que recebeu uma única indicação foi King: A Filmed Record... Montgomery to Memphis.

IV - A maior discrepância de pontuações se deu em relação ao filme Sob Suspeita.



O VEREDICTO


1º Lugar (159 pontos)

12 HOMENS E UMA SENTENÇA

12 Angry Man

1957



2º Lugar (147 pontos)

UM DIA DE CÃO

Dog Day Afternoon

1975



3º Lugar (135 pontos)

REDE DE INTRIGAS

Network

1976



4º Lugar (110 pontos)

ANTES QUE O DIABO SAIBA QUE VOCÊ ESTÁ MORTO

Before the Devil Knows You're Dead 

2007



5º Lugar (96 pontos)

O VEREDICTO

The Verdict

1982




OPINIÃO DOS JURADOS


Sobre 12 Homens e Uma Sentença e Sidney Lumet:


     Poucos diretores se tornaram memoráveis logo em seu filme de estreia. Quem não se lembra de Orson Welles e Cidadão Kane? Mesmo caso desse grande diretor, que há pouco nos deixou, e seu surpreendente primeiro longa após alguns trabalhos na televisão.

     Doze Homens e uma Sentença é tenso (pouco sabemos do crime e do criminoso em si, mas vemos que a condenação era quase certa), claustrofóbico (nunca houve tanta “ação” dentro de uma pequena sala de júri) e esperançoso (um jurado leva sua crença até o fim e luta pela inocência do réu). Henry Fonda, o tradicional bom moço, tenta convencer, com perspicácia e uma mistura equilibrada de razão e emoção, os outro jurados de que o réu nada fez.

     Sidney Lumet atravessou cinco décadas com vários filmes memoráveis e outros dignos de esquecimento. Sua obra, vasta e abrangente, nos mostra bem como mudou o cinema em 50 anos. Desde este primeiro, abordando a delicada questão do preconceito com moderação, até o derradeiro Antes que o diabo saiba que você está morto, cheio de exageros e palavrões desnecessários, notável apenas pela narrativa não-linear (herança de Kane?). É, Sidney, Hollywood e você não fazem filmes como antigamente...

Letícia Magalhães


Sobre Antes Que o Diabo Saiba Que Você Está Morto:


    Com tantos elementos a favor, guiados por uma mão precisa e experiente, o resultado não poderia ser menos genial. O filme é daqueles contemporâneos obrigatórios para cinéfilos e espectadores menos exigentes – mais um trunfo: por ser tão versátil em sua composição e tão atual em sua trama, o filme alcança boa parte dos públicos cinema, sendo o produto final uma obra de grandioso apuro estético e artístico, e de formato comercial, algo que muitos diretores, 50, 60 anos mais novos que Lumet, ainda não entenderam como funciona ou como fazer.

* Filme já analisado no Cinebulição. Para ler o texto completo clique AQUI.

Luiz Santiago


6º Lugar (88 pontos)

SERPICO

1973



7º Lugar (96 pontos)

ASSASSINATO NO EXPRESSO ORIENTE

Murder on the Orient Express

1974



8º Lugar (80 pontos)

O HOMEM DO PREGO

The Pawnbroker

1964



9º Lugar (58 pontos)

LONGA JORNADA NOITE A DENTRO

Long Day's Journey Into Night

1962



10º Lugar (41 pontos)

LIMITE DE SEGURANÇA

Fail-Safe

1964




OPINIÃO DO JURADO


Sobre Assassinato no Expresso Oriente:


     Para quem gosta dos livros de Agatha Christie, este filme é uma realização extremamente agradável. Uma adaptação maravilhosa de um livro intenso e que trabalha temas morais e éticos de primeira ordem. A história de mistério ganha maior força sob as lentes de Sidney Lumet, que já nos primeiros planos nos apresenta indícios do que encontraríamos durante todo o desenvolvimento da obra. O ritmo inicial do filme é uma espécie de ida e vinda, alternando tensão e calmaria. Mas após o assassinato, o clima de mistério a e expectativa se tornam cada vez mais lancinantes. Até para os que conhecem o livro há uma surpresa. A atuação de Albert Finney como Hercule Poirot é absolutamente maravilhosa. Pelos menos para mim, o detetive era exatamente daquele modo quando eu lia os livros da escritora britânica. Todo o elenco do filme é maravilhoso e povoado de grandes estrelas em maravilhosas atuações. Sem dúvida um grande e indispensável filme de Lumet e obra obrigatória para os fãs da Dama do Suspense.

Luiz Santiago



11º Lugar (37 pontos)

O PESO DE UM PASSADO

Running on Empty

1988



12º Lugar (36 pontos)

EQUUS

1977



13º Lugar (29 pontos)

A COLINA DOS HOMENS PERDIDOS

The Hill

1965



14º Lugar (25 pontos)

UMA ESTRANHA ENTRE NÓS

A Stranger Among Us

1992



15º Lugar (24 pontos)

O MÁGICO INESQUECÍVEL

The Wiz

1978





FIM DO VEREDICTO Nº4



Próximo Veredicto: Junho/2011

Listas: Filmes Metalinguísticos / Diretores

Data de Publicação: 26/06/2011

Realização: Júri de Cinéfilos do Cinebulição

Twitter Delicious Digg Stumbleupon Favorites More

 
Powered by Blogger